Qual é a importância das redes sociais para a sua empresa?

Tempo de leitura: 3 minutos

As redes sociais invadiram nossas vidas. E elas não são poucas: Facebook, Instagram, WhatsApp, Snapchat, LinkedIn, Twitter, Google+, Youtube, Skype… Ufa!

Os números são impressionantes! Estudo da eMarketer nos coloca como os principais usuários de redes sociais em toda a América Latina. Segundo a pesquisa, o número de usuários mensais ativos (isto é, que acessam uma rede social ao menos uma vez por mês) saltou de 86,5 milhões, em 2015, para 93,2 milhões – aumento de 7,8%.

O crescimento das redes sociais só reforça a importância delas na estratégia de marketing de qualquer empresa. Por outro lado, muitos empresários se veem diante da seguinte dúvida: qual a melhor forma de usar as redes sociais em benefício do meu negócio?

Atinja o alvo!

A resposta para essa pergunta não é tão simples. O melhor caminho é identificar as redes sociais mais utilizadas pelo seu público-alvo. Afinal, é ele que você quer atingir. Feito isso, o próximo passo é definir a melhor estratégia de relacionamento e de divulgação dos seus produtos e serviços.

Um aspecto importante a ser ressaltado é que não existe regra geral. O Youtube, por exemplo, pode ser uma ótima ferramenta para uma empresa e não ter a menor relevância para outra. Por isso, estudar as preferências e o comportamento de seu cliente é indispensável.

A hegemonia do Facebook

De acordo com a pesquisa da eMarketer, o Facebook é a rede social dominante na América Latina — e também o é em quase todo o restante do mundo. Atualmente, 245 milhões de latino-americanos têm conta na plataforma criada por Mark Zuckerberg, um número impressionante que significa exatos 94,2% de todos os internautas do continente.

Em todos os países, o Facebook tem números expressivos entre as pessoas que usam alguma rede social. No México, 94,2% das pessoas que usam algum site do gênero estão no Facebook; no Brasil, a porcentagem é um pouco maior: 95%; por fim, na Argentina, o número é ainda maior, 97,7%.

O número expressivo de usuários, porém, é apenas um dos atrativos da rede criada por Mark Zuckerberg. Atualmente, a plataforma oferece ferramentas específicas para o mundo corporativo, que possiblitam o direcionamento de conteúdos para o perfil exato do público que se pretende atingir.

Mas atenção: não estou me referindo aqui à famosa tecla “Impulsionar publicação”, que aparece logo abaixo dos posts da sua página (estou considerando que você já tenha a página da sua empresa no Facebook, ok?!), mas sim a um recurso bem mais preciso, pelo qual é possível definir o público a ser atingido segundo sua localização, faixa salarial, posição social etc. Se bem utilizada, essa ferramenta pode proporcionar excelentes resultados.

E não é só isso. O Facebook também permite que você monitore com total precisão as interações do público com suas postagens, além de possibilitar a criação de anúncios em movimento, transmissões ao vivo, programação de conteúdos por datas e horários etc.

O segredo é saber usar

Enfim, o Facebook pode ser, de fato, um importante aliado da sua empresa. Isso não significa, porém, que você deva sair postando qualquer coisa na sua página. Toda informação, por mais simples que pareça, transmite uma mensagem, que pode ser positiva ou negativa. Sendo assim, procure postar informações de qualidade, algo que realmente agregue valor ao seu negócio.

Ah, e fuja da tentação de encher sua página de propagandas. A maioria de suas postagens deve ser composta de conteúdos relevantes para o seu público.

Por último, fica a dica: se você entendeu a importância das redes sociais para a sua empresa, mas não tem a menor ideia de como lidar com essa nova realidade, procure ajuda de um bom profissional da área. Lembre-se: o posicionamento da sua empresa no mundo digital deve estar alinhado com o que ela representa no mundo real. Esse é o segredo!